Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
7

Barricado em preventiva

António Feliciano, o homem que se barricou em casa, em Rio Maior, durante dez horas – primeiro com a mulher e filha, depois sozinho – e feriu a tiro um militar da GNR, vai aguardar julgamento em prisão preventiva no Estabelecimento Prisional das Caldas da Rainha.
17 de Março de 2009 às 00:30
O arguido a chegar ao tribunal
O arguido a chegar ao tribunal FOTO: Carlos Barroso

Aos 56 anos, foi ontem ouvido no Tribunal de Rio Maior, entre as 14h00 e as 17h30. O juiz decidiu-se pela medida de coacção mais gravosa, considerando existir perigo de fuga e continuação de actividade criminosa se voltasse a perseguir a mulher, moçambicana, de 26 anos. António Feliciano está indiciado pela tentativa de homicídio, entre outros crimes.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)