Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
5

Barricado ameaça processar universidade

José Pinto explica em vídeo ao CM ação na "Fernando Pessoa".
21 de Abril de 2016 às 21:05
José Pinto barricou-se na Universidade Fernando Pessoa
José Pinto barricou-se na Universidade Fernando Pessoa FOTO: Nuno Fernandes Veiga

O desespero levou José Pinto, de 55 anos, a barricar-se na casa de banho da Universidade Fernando Pessoa, na tarde da passada terça-feira.

O empresário e ex-aluno da instituição pretendia levantar o certificado de habilitações de uma Licenciatura em Ciência Política e Relações Internacionais. "Quando me disseram que não me davam o certificado percebi que só tinha uma opção - fechar-me até conseguir falar com o Reitor", contou ao CM o homem que se fechou durante várias horas. Em causa está um problema com uma das cadeiras lecionadas no curso.

A instituição exige que o exame seja repetido, uma vez que o existente não é considerado válido. "Sem aquele documento perdi a oportunidade da minha vida, cortaram-me o sonho, só quis acabar com a minha vida ali e era o que devia ter feito", desabafou. Em causa está uma oportunidade de candidatura a um emprego na Amnistia Internacional.

O empresário já reuniu com o reitor, Salvato Trigo, mas garante que "nada ficou resolvido, vou recorrer a um processo em tribunal".

O CM tentou contactar a reitoria da Universidade Fernando Pessoa, não obtendo qualquer resposta.

José Pinto Universidade Fernando Pessoa Relações Internacionais barricado
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)