Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
2

BATALHA FERE DEZ ADEPTOS

Um confronto entre um grupo de 20 adeptos do Benfica e Sporting com armas brancas e tacos de basebol, ocorrido após o desafio entre as duas equipas, junto à Estação de Santa Apolónia, em Lisboa, causou ontem dez feridos. Três deles, afectos ao clube 'leonino', foram esfaqueados, mantendo-se dois em estado grave.
6 de Janeiro de 2004 às 00:00
Os violentos confrontos envolveram 20 indivíduos na estação de Santa Apolónia, em Lisboa
Os violentos confrontos envolveram 20 indivíduos na estação de Santa Apolónia, em Lisboa FOTO: Manuel Moreira
As autoridades investigam agora a possibilidade de, nos dois grupos, poderem estar envolvidos elementos ligados a movimentos de extrema-direita, existentes no interior de claques organizadas.
A origem dos distúrbios remonta, segundo apurou o CM, aos momentos que se seguiram ao final do jogo, logo nas imediações do Estádio da Luz. O cenário complicou-se quando os indivíduos se encaminharam para o Metro do Colégio Militar, com o objectivo de se deslocarem para a Estação de Santa Apolónia, onde, segundo a PSP, apanhariam um dos últimos comboios para o Norte do País.
A chegada ao terminal ferroviário deu-se cerca das 00h30 de ontem, altura em que voltaram os problemas. "A discussão abriu caminho a uma cena de pancadaria, que chegou a parecer incontrolável", referiu um comerciante da zona.
Durante alguns minutos, os jovens adeptos benfiquistas e sportinguistas trocaram agressões físicas. "Do exterior da estação, a confusão passou para o interior", acrescentou.
"Para além de agressões físicas, foram usados tacos de basebol e facas", resumiu ao nosso jornal o subintendente Nunes, da 5.ª Divisão da PSP, que revelou ainda terem sido enviados para o local onze agentes, que apenas conseguiram identificar dois jovens, de 19 e 23 anos, adeptos do Sporting.
No entanto, a Esquadra de Investigação Criminal da 5ª Divisão da PSP, responsável pelo caso, persegue agora a possibilidade de os outros envolvidos nos conflitos serem, pelo menos em parte, membros de subgrupos neonazis, que coexistem no interior das principais claques, tanto do Benfica como do Sporting.
FAMILIAR DE FUNCIONÁRIO
Os agentes da PSP assistiram ainda três adeptos do clube 'leonino', posteriormente identificados como Tiago Valente, Mário Abreu e André Sério, que, no meio da confusão, acabaram esfaqueados por um número indeterminado de alegados simpatizantes do Benfica e são os feridos mais graves destes confrontos.
No total, houve dez feridos - um deles familiar de um funcionário do Sporting - e seis deles foram transportados para o Hospital de São José, de onde três tiveram alta logo ontem de manhã. Os restantes três foram para o mesmo estabelecimento hospitalar, tendo um deles sido transferido para o Hospital de São Francisco Xavier.
JOGADORES VISITAM INTERNADOS
Quatro jogadores do Sporting visitaram ontem, no Hospital de S. José, dois dos três jovens feridos durante os confrontos da madrugada em Lisboa. Pedro Barbosa, Beto, Rui Jorge e Sá Pinto estiveram no hospital onde deram entrada os adeptos Mário Abreu e Tiago Valente, ambos esfaqueados no abdómen. Sobre a gravidade dos ferimentos, o chefe de cirurgia do S. José ilustrou a um canal de televisão que ambos os feridos tinham chegado à urgência "esfaqueados e muito bem esfaqueados". Tiago Valente permanecia na Unidade de Cuidados Intensivos e Mário Abreu, que foi também operado, está a recuperar na Unidade de Cuidados Intermédios Polivalente. Ambos têm um "prognóstico optimista", referiu fonte clínica. Um terceiro adepto, André Sério, esfaqueado, foi operado no Hospital de S. Francisco Xavier, onde ficou internado.
OUTROS CASOS
FACADA NOS OLIVAIS
Um jovem de 13 anos, jogador de uma equipa do Prior Velho, foi ferido à facada, em Janeiro de 2001, numa partida de futebol dos jogos de Lisboa. O agressor, segundo a PSP, fazia parte da equipa contrária, da zona dos Olivais.
INCIDENTES NO DERBY
Elementos das claques juventude leonina e No Name Boys envolveram-se em confrontos, em Abril de 2001, horas antes do jogo entre Benfica e Sporting.
DETIDOS NA FIGUEIRA
Oito adeptos do Sporting foram detidos, em Agosto de 2002, por agredirem dois adeptos, também 'leoninos', na Figueira da Foz.
Ver comentários