Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
6

Batia na mulher e tinha duas armas ilegais

A GNR de Vila Real identificou, nesta sexta-feira, um homem de 34 anos suspeito do crime de violência doméstica e ameaça com arma de fogo, em Vila Cova, e apreendeu duas armas ao indivíduo que foi constituído arguido.
12 de Agosto de 2011 às 17:44
Investigação foi desencadeada após uma denúncia da mulher do suspeito, também de 34 anos, que se queixou de violência doméstica e de ameaça com arma de fogo
Investigação foi desencadeada após uma denúncia da mulher do suspeito, também de 34 anos, que se queixou de violência doméstica e de ameaça com arma de fogo FOTO: João Cortesão/Simulação

O major João Morgado, chefe das informações do Comando Territorial da  NR de Vila Real, referiu que a investigação foi desencadeada após uma denúncia da mulher do suspeito, também de 34 anos, que se queixou de violência doméstica e de ameaça com arma de fogo.  

A guarda efectuou uma busca domiciliária, que resultou na apreensão de duas armas de caça calibre 12, 79 cartuchos calibre 12, 480 chumbos calibre 5,5 e um punhal com lâmina de 21 centímetros.  

A operação envolveu militares do Núcleo de Investigação Criminal (NIC) e do Núcleo Investigação e apoio a Vítimas Específicas (NIAVE).  

O suspeito foi constituído arguido e prestou Termo de Identidade e Residência. 

Segundo João Morgado, entre Janeiro e Julho, a GNR recebeu 218 queixas de violência doméstica na área do distrito de Vila Real e fez seis detenções em flagrante.  

gnr vila real armas violência doméstica
Ver comentários