Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
1

Bebé abandonado à porta de prédio

Um menino recém-nascido foi abandonado à porta de um prédio, dentro de uma caixa de plástico, na rua de Venda Nova, em Vilar de Pinheiro, Vila do Conde, ontem cerca das 17h00.
2 de Outubro de 2011 às 01:00
Moradores chamaram uma equipa de emergência para assistir o bebé
Moradores chamaram uma equipa de emergência para assistir o bebé FOTO: Maria João Marques

"Estava a entrar em casa e vi uma caixa, mas nem reparei que estava um bebé lá dentro. Só quando fechei a porta é que ouvi barulho e fui a correr chamar uma vizinha", contou ao CM José Luís Faria, de 21 anos, morador no prédio. O recém-nascido estava embrulhado num cobertor, dentro da caixa e ao lado tinha uma saca com um biberão e uma caixa de leite em pó, segundo a testemunha.

Uma vizinha, que não se quis identificar, contou que quando ia a sair com o carro da garagem, viu uma carrinha Ford de cor cinza parada à porta com uma mulher ao volante. Estranhou pois nunca a tinha visto antes.

"Fui buscar leite materno da minha mulher que está a amamentar e pus no biberão do bebé para os bombeiros lhe darem, porque ele começou a chorar e tinha fome", relatou José Carlos, outro vizinho.

Segundo os bombeiros de Vila do Conde, que estiveram no local juntamente com militares da GNR de Matosinhos, a criança ainda tinha o cordão umbilical, e não apresentava sinais de maus tratos.

A equipa de socorro transportou o bebé para o Hospital da Póvoa de Varzim para lhe serem feitos exames e caso não fossem detectados problemas de saúde na criança, a GNR iria activar o serviço de emergência da Segurança Social.

O Núcleo de Investigação Criminal da GNR vai proceder às diligências para tentar encontrar a mãe do bebé. Caso a mulher seja identificada incorre num crime de exposição ao abandono de menor. Ao que o CM apurou, na zona não havia conhecimento de qualquer grávida. Os vizinhos estavam perturbados com a situação e pelo facto de o abandono ter sucedido num dia de grande movimento.

MENINA NÃO TEM NOME E CONTINUA NO HOSPITAL

A bebé que há uma semana foi abandonada junto ao cemitério de Agramonte, no Porto, continua no Hospital de S. João. A menina, que ainda não tem nome, continua aos cuidados das enfermeiras. O Ministério Público ainda não indicou qual será o destino dado à recém-nascida e também ninguém reclamou a bebé. Recorde-se que a menina, que nasceu com 3,500 kg, foi encontrada dentro de um saco de compras de plástico. Estava embrulhada num cobertor.

VILA DO CONDE BEBÉ ABANDONO
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)