Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
4

Bebé mordida por rottweiler fora de perigo

A menina de um ano que anteontem foi gravemente ferida por um cão rottweiler, em Serzedelo, Guimarães, continua internada no Hospital de São João, no Porto, mas não inspira cuidados.
22 de Maio de 2010 às 00:30
Maria Emília, tia da bebé atacada
Maria Emília, tia da bebé atacada FOTO: Secundino Cunha

Maria Emília, tia da menina, disse ao Correio da Manhã que "os ferimentos pareciam muito graves porque havia muito sangue, mas, felizmente, eram ligeiros" .

"Os médicos disseram que por sorte as lesões na cara e na cabeça não foram muito profundas e que, se Deus quiser, a menina vai ficar bem em breve", acrescentou Maria Emília.

Após o ataque do cão, a menina foi transportada para o Hospital de Guimarães, de onde foi transferida para o de São João, no Porto, e submetida a uma operação de cirurgia plástica.

Ver comentários