Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
4

Bebé não resiste e é o oitavo morto em 24 horas trágicas nas estradas portuguesas

Guilherme Agostinho estava hospitalizado em Lisboa, em estado crítico.
Isabel Jordão e Sérgio A. Vitorino 22 de Agosto de 2019 às 08:46
Bebé não resiste e é o oitavo morto em 24 horas trágicas
INEM
INEM
Bebé não resiste e é o oitavo morto em 24 horas trágicas
INEM
INEM
Bebé não resiste e é o oitavo morto em 24 horas trágicas
INEM
INEM
Não resistiu aos ferimentos graves na cabeça e morreu esta quarta-feira o menino de três anos que foi atropelado por um carro quando saiu a correr de um café, na Asseiceira, Rio Maior, terça-feira. Uma morte que tornou ainda mais trágico o balanço inicial de cinco vítimas mortais nas estradas portuguesas nas 24 horas entre a noite de segunda-feira e a de terça.

Além do menino, que estava em condição crítica, registou-se uma segunda vítima mortal de um acidente nos Açores. E ainda uma colisão contra um camião em Évora, que matou um homem. Foram pelo menos oito as vítimas mortais.

Guilherme Agostinho, o menino de três anos, natural da Asseiceira, Rio Maior, foi transportado para o hospital de Santarém e mais tarde transferido para Lisboa, vindo a morrer esta quarta-feira de manhã na Unidade de Cuidados Intensivos Pediátricos do Hospital de Santa Maria.

O acidente ocorreu pelas 15h00 de terça-feira, na EN1, sendo o menino colhido por um carro conduzido por um homem de 68 anos. Segundo apurou o CM no local, o bebé estava no café com a mãe e fugiu para a rua, sendo atropelado quando atravessava a estrada. O condutor ainda desviou o carro para a outra via, mas não conseguiu evitar o embate.

O socorro ao menino foi assegurado pelos bombeiros de Rio Maior, que ficaram "de coração desfeito pelo acontecimento", escreveu quarta-feira o comandante, Luís Coelho, nas redes sociais, destacando o "empenho inegável de todos".

"Será mais uma cicatriz invisível, que ficará para o resto das nossas vidas".

Pormenores
Vítima grave em despiste
Um despiste de um carro causou esta quarta-feira ferimentos graves numa mulher de 20 anos, em Condeixa-a-Nova. A vítima, que ficou encarcerada, foi transportada para o hospital em Coimbra.

Estradas da morte
Nestas 24 horas trágicas, morreram ainda João Soares, 17 anos, em Tábua; Francisco Gomes, 22 anos, em Borba; Luís Lopes, de 18 anos, em Vila Nova da Cerveira; e Secundino Casqueira, 65 anos, em Barcelos.

Menos mortos
A PSP e a GNR registaram, entre 01 de janeiro e 15 de agosto deste ano, um total de 285 mortos em acidentes nas estradas do continente. São menos 14 do que os 299 registados no mesmo período do ano passado.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)