Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
6

Bebé queimado com café a ferver

Um bebé de 18 meses sofreu queimaduras graves na cara e no peito depois de ter sido atingido por café a ferver, ontem ao início da tarde, em São Miguel do Mato, Arouca. Os pais de António João tinham preparado uma cafeteira que acabou por cair em cima do menino.

26 de Maio de 2011 às 00:30
Menino estava em casa com os pais. Foi de helicóptero para Lisboa
Menino estava em casa com os pais. Foi de helicóptero para Lisboa FOTO: Joana Neves Correia

Eram cerca das 13h40 quando tudo aconteceu. Os pais do menino, que estão desempregados, tinham acabado de almoçar e preparavam o café. O bebé estava sentado e a olhar directamente para a cafeteira quando, sem que nada o fizesse prever, aquela caiu. O café a ferver atingiu a cara e o peito de António João.

Em pânico, os pais do pequeno António ligaram de imediato para os Bombeiros Voluntários de Fajões. No entanto, pelo facto de morarem num local de difícil acesso, os progenitores tiveram de marcar um encontro com os bombeiros num café em Mosteirô.

"Eles pararam o carro e a mãe correu com o bebé para a casa de banho. Ele tinha a cara toda inchada e estava muito queimado", contou ao CM o proprietário do café, António Oliveira. "Os pais estavam muito aflitos. São uma família muito humilde e a mãe não parava de chorar", recordou.

O bebé foi socorrido pelos bombeiros e transportado de helicóptero do INEM para o Hospital Dona Estefânia, em Lisboa. A mãe seguiu viagem na ambulância e o pai no carro. António João sofreu queimaduras de segundo e terceiro graus em cerca de 25% do corpo. O casal tem outro filho, de 10 anos, que não estava em casa. 

Bebé queimado INEM Hospital Dona Estefânia Arouca Mosteirô
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)