Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
9

Bebem café e sacam das armas para roubar

Quem passasse pela cafetaria do Modelo de Elvas, até cerca das 11h30 de ontem, via três brasileiros a beberem tranquilamente o café. Não imaginando que, tapadas pelas roupas, estivessem as armas com que minutos depois o gang dispararia dois tiros para o ar e ameaçaria de morte o segurança da carrinha de valores que, entretanto, chegava para carregar a caixa ATM. Estavam à espera dele. E, enquanto não fugiram com largos milhares de euros roubados, os três semearam o pânico entre dezenas de pessoas.
28 de Dezembro de 2009 às 00:30
Hipermercado estava cheio quando ocorreu o assalto armado. Os três assaltantes puseram-se em fuga em poucos minutos
Hipermercado estava cheio quando ocorreu o assalto armado. Os três assaltantes puseram-se em fuga em poucos minutos FOTO: Elvaspress

"Dispararam dois tiros para o ar e foram ter com o segurança que carregava as caixas. O barulho assustou toda a gente. Estava com os meus filhos e tive muito medo." É assim que uma testemunha conta ao CM como viveu momentos de terror durante a manhã de ontem.

"O que mais impressionou foi a descontracção" com que executaram o golpe: tudo em segundos, quando um funcionário da Esegur carregava a caixa ATM do Modelo. Foi ameaçado quando tinha a máquina já aberta. "Estavam no café, de cara destapada e, sem mais nem menos, roubaram o dinheiro", recorda a testemunha. Os três colocaram-se em fuga e são agora procurados pela PJ.

APANHADOS PELAS CÂMARAS DE VIGILÂNCIA

O golpe de ontem ficou integralmente gravado nas câmara de videovigilância da superfície comercial. O facto de os três homens se apresentarem de cara destapada pode contribuir para uma mais fácil identificação dos mesmos. Terão mesmo sido reconhecidos por algumas das pessoas que estavam no interior da loja. "A PSP, quando chegou, foi logo ver as imagens das câmaras. Não pareciam preocupados com o facto de estar de cara destapada", disse ao CM fonte dos funcionários do Modelo de Elvas.

A mesma fonte acrescentou que, na altura do assalto, "havia muita gente às compras". Após o assalto foi lançado um alerta para as forças policiais nacionais e também espanholas, visto que a proximidade com a fronteira – menos de dez quilómetros – pode ter potenciado uma fuga para o país vizinho.

SÃO SUSPEITOS DE OUTROS CRIMES VIOLENTOS NA REGIÃO

O grupo de assaltantes que ontem roubou o Modelo é suspeito de outros crimes violentos praticados na região de Elvas nos últimos dias, apurou o CM. Entre as ocorrências está o assalto à mão armada à bomba de gasolina da Cepsa, na EN4, levado a cabo na noite de dia 22.

Na altura, tal como o CM noticiou, os dois homens chegaram ao posto de abastecimento de combustível a pé, de rosto parcialmente coberto e, com um revólver, ameaçaram o funcionário da bomba, a única pessoa que estava no local pelas 22h00. Levaram 400 euros em dinheiro e puseram-se em fuga, segundo avançou a GNR, numa viatura que os aguardava na estrada. Ontem, terão voltado a fugir de carro. Os dois casos estão sob investigação da Judiciária.

APONTAMENTOS

ARMA

A arma disparada e utilizada para ameaçar durante o assalto em Elvas seria de alarme. Não foram encontrados vestígios de projécteis.

CLIENTES

Nenhum cliente foi ameaçado directamente durante o roubo. Os três homens dirigiram-se em exclusivo ao funcionário da Esegur.

VALOR

Não foi revelada a quantia em dinheiro que o gang conseguiu subtrair durante o golpe, que durou escassos segundos.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)