Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
2

Bombeiro do ano é herói açoriano

Havia dois desaparecidos. Eu disse ‘vou lá abaixo’ e comecei a descer. A situação estava complicada, mas tive de me acalmar e fazer um acesso com um machado para chegar às vítimas. Estavam queimados e com hipotermia porque ficaram na zona de congelamento. Foi preciso encorajá-los para não desistirem. O ambiente era assustador, com muito sofrimento. Também foi difícil para mim."
29 de Abril de 2010 às 00:30
Bruno Espínola (ao centro), entre os dois sinistrados que salvou da morte a 9 de Março de 2009
Bruno Espínola (ao centro), entre os dois sinistrados que salvou da morte a 9 de Março de 2009 FOTO: direitos reservados

É desta forma que Bruno Espínola, de 27 anos, relata ao CM o salvamento que lhe valeu o Prémio Bombeiro de Mérito 2009, anunciado ontem pela Liga dos Bombeiros Portugueses. Foi a 9 de Março de 2009 que arriscou a vida para salvar dois tripulantes que estavam no porão de um navio em chamas, ao largo dos Açores. "No dia seguinte deram--me um abraço forte, de agradecimento", conta, emocionado.

Membro do Corpo de Bombeiros Voluntários da Praia da Vitória, na ilha Terceira, desde os 14 anos, e habituado a receber prémios de mérito ao nível regional, Bruno diz-se grato, mas divide o mérito com todos os companheiros. "É bom sentir o reconhecimento, significa que estou no bom caminho, mas o prémio é para todos os bombeiros nacionais."

A condecoração será entregue numa cerimónia integrada no Dia do Bombeiro Português, que se realiza a 29 de Maio, em Lisboa.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)