Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal

Bombeiro morre a combater fogo

Um bombeiro voluntário de Santa Marta de Penaguião morreu ontem, alegadamente vítima de asfixia, provocada pela inalação de fumos, quando combatia um incêndio na localidade de Ermida, concelho de Vila Real.
14 de Agosto de 2005 às 01:04
Voluntários de Santa Marta choram morte de Carlos
Voluntários de Santa Marta choram morte de Carlos FOTO: Luís C. Ribeiro
Carlos Alberto Tomás Garcia, 32 anos, solteiro, natural de Santa Marta de Penaguião, fazia parte dos voluntários da sua terra há mais de quinze anos. Era tido como um bombeiro “muito experiente”, que muitas vezes conduzia os colegas nos caminhos a seguir. O incêndio em que caiu sufocado pelo fumo iniciou-se às 17 horas, num local que faz partilha entre os dois concelhos.
Alfredo Pinto Borges, comandante dos bombeiros de Santa Marta de Penaguião, disse ao CM não saber explicar como tudo aconteceu. “O vento alterou o rumo do fogo, que fez ‘chaminé’ e o grupo de bombeiros desmembrou-se, fugindo cada um para seu lado. O Carlos foi atrás de mim, mas quando cheguei ao cimo da ladeira e olhei para trás já ele estava estendido no chão. Apaguei-lhe as chamas da roupa, mas não tive hipóteses de o recuperar com vida.”
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)