Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal

Bombeiro suspenso 60 dias por sexo em ambulância

Voluntário de Vila Verde acusado de usar o quartel e uma ambulância para prática de atos sexuais.
10 de Outubro de 2014 às 21:49
Durante a suspensão, o bombeiro também não poderá entrar nas instalações da corporação
Durante a suspensão, o bombeiro também não poderá entrar nas instalações da corporação FOTO: João Carlos Santos

Um bombeiro dos Voluntários de Vila Verde, acusado de usar o quartel e uma ambulância para atos sexuais, vai ser suspenso por 60 dias, sem vencimento, informou esta sexta-feira fonte da corporação.

Segundo a mesma fonte, durante o período da suspensão o bombeiro também não poderá entrar nas instalações da corporação. O bombeiro foi alvo de um processo disciplinar, depois de denúncias que davam conta de que teria levado uma ambulância até ao Gerês para ter relações sexuais com uma mulher.

Segundo as mesmas denúncias, o bombeiro em causa terá também levado uma mulher para o quartel, igualmente para atos de cariz sexual. A agência Lusa contactou o comandante dos Bombeiros Voluntários de Vila Verde, José Lomba, que se escusou a comentar o assunto.

bombeiro sexo vila verde suspenso
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)