Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
4

Bombeiros ajudavam funerárias

Tudo começou com uma carta anónima, enviada a meados deste mês para o Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM), a denunciar uma situação inacreditável: dois bombeiros dos Voluntários de Vila Pouca de Aguiar estariam a aproveitar as suas funções para angariar clientes para uma determinada agência funerária.
26 de Setembro de 2007 às 00:00
Nos Voluntários de Vila Pouca de Aguiar decorre agora um inquérito interno
Nos Voluntários de Vila Pouca de Aguiar decorre agora um inquérito interno FOTO: Almeida Cardoso
Perante a denúncia, a direcção do INEM comunicou o caso ao Serviço Nacional de Bombeiros e ao comando da corporação em causa, para que se apurasse a verdade dos factos, já que, em alguns dos casos, os doentes tinham sido transportados em viaturas do próprio INEM.
A direcção da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Vila Pouca de Aguiar deu, de imediato, andamento à questão, ordenando a abertura de um inquérito interno, a fim de apurar a veracidade ou não das denúncias que chegaram por carta ao INEM.
O presidente da Associação, José Eduardo Quinteiro, disse ao Correio da Manhã que “as denúncias são bastante preocupantes e as principais suspeitas recaem sobre dois funcionários assalariados da instituição”.
“Trata-se de uma situação que não pode admitir-se e se vier a provar-se que os bombeiros são culpados serão, naturalmente, alvo de sanções disciplinares”, afirmou Eduardo Quinteiro.
Segundo as denúncias, os dois funcionários aliciavam os familiares de pessoas falecidas a recorrer à funerária de que um deles é sócio.
Estas situações terão ocorrido em localidades como Soutelinho do Monte, Raíz do Monte, Sabroso de Aguiar, Tresminas e até na própria vila de Vila Pouca de Aguiar.
Fonte da corporação adiantou ao CM que “até chegou a dar-se o caso de uma pessoa ainda estar em estado crítico no hospital e a urna já a caminho de casa”.
A situação já era, há vários meses, do conhecimento público, mas faltavam as provas, que agora poderão ser apuradas. Até agora ainda ninguém foi suspenso.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)