Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
6

Brasas em grelhador matam emigrante de férias em Ovar

Casal utilizou utensílio para cozinhar peixe e terá decidido aproveitar para aquecer a habitação. Idosa, de 76 anos, morreu.
Ana Silva Monteiro e Paulo Jorge Duarte 11 de Novembro de 2019 às 01:30
Lucília Ferreira morreu aos 76 anos
Mulher morre intoxicada com monóxido de carbono em Esmoriz
José Américo é sobrinho dos emigrantes que estavam de férias em Portugal
Lucília Ferreira morreu aos 76 anos
Mulher morre intoxicada com monóxido de carbono em Esmoriz
José Américo é sobrinho dos emigrantes que estavam de férias em Portugal
Lucília Ferreira morreu aos 76 anos
Mulher morre intoxicada com monóxido de carbono em Esmoriz
José Américo é sobrinho dos emigrantes que estavam de férias em Portugal
"Foi a neta deles quem deu o alerta para o que estava a acontecer. O meu tio foi lá a casa e a miúda abriu a porta e disse que a avó não se estava a sentir bem e que precisava de ajuda. Quando os bombeiros chegaram, já não havia nada a fazer." As palavras são de José Américo, sobrinho de Lucília Ferreira, de 76 anos, que morreu este domingo intoxicada por monóxido de carbono, na sua casa, em Esmoriz, Ovar. O marido da vítima mortal e a neta de oito anos foram transportados para dois hospitais do Grande Porto.

Ao que o CM apurou, na origem da tragédia esteve um grelhador que o casal terá usado no sábado à noite para grelhar peixe na cozinha da habitação. Devido às baixas temperaturas, decidiram deixar as brasas por apagar - tentando aquecer a casa -, o que levou a este desfecho. O homem, de 71 anos, foi transportado para o hospital de Matosinhos, onde fez um tratamento numa câmara hiperbárica. A menor foi hospitalizada na Pediatria do São João, no Porto, e está fora de perigo.

"A minha tia estava inanimada, sentada no chão e apoiada na cama e o meu tio estava deitado na cama e sem reagir", explicou ainda o sobrinho das vítimas, residentes em França e que tinham chegado a Portugal na passada sexta-feira para passar uma semana de férias.

"Eles já estavam reformados e vinham cá algumas vezes. É uma tristeza o que aconteceu. Os três filhos dos meus tios já foram avisados de tudo", concluiu José Américo. A GNR esteve no local e investiga o caso.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)