Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
9

Briga acaba a tiro

Três homens foram baleados nas pernas, ontem de manhã, a poucos metros da discoteca Kremlin, em Santos, Lisboa, enquanto um outro foi agredido com uma garrafa na cabeça. Todos eles receberam assistência no Hospital de São José, e o agressor acabou por fugir do local, tendo levado com ele a arma do crime, que pertencia a um dos feridos.
7 de Fevereiro de 2010 às 22:11
Os tiros foram disparados nas escadas mesmo no exterior da discoteca Kremlin, em Lisboa
Os tiros foram disparados nas escadas mesmo no exterior da discoteca Kremlin, em Lisboa FOTO: Manuel Moreira

Tudo terá começado numa discussão entre dois grupos de homens, com idades compreendidas entre os 20 e os 30 anos, pelas 08h15, junto a uma escadaria no exterior daquele espaço nocturno. Por razões desconhecidas, uma troca de palavras teve início e, quando esta subiu de tom, um dos homens sentiu-se ameaçado e sacou de uma pistola, com a qual efectuou alguns disparos para o ar. Numa questão de segundos, um outro homem tirou-lhe a arma das mãos. E também ele acabou por disparar. Contudo, não o fez para o ar, mas sim na direcção do dono da arma e de mais dois elementos.

Um dos homens – aquele que acabou por merecer uma maior atenção por parte dos médicos – foi atingido com três tiros na coxa esquerda, enquanto os outros dois feridos foram alvo de um tiro cada: um foi alvejado na coxa esquerda e o outro na coxa direita.

No meio da confusão, um dos homens foi ainda atingido com uma garrafa na cabeça, tendo também ele recebido assistência hospitalar. Curiosamente, um dos homens atingido com um tiro na coxa fugiu do local do tiroteio. No entanto, devido à gravidade dos ferimentos, apanhou um táxi e deslocou-se algum tempo depois ao Hospital de São José.

Quando foi chamado pela primeira vez ao local, o INEM recebeu apenas a indicação de um indivíduo que tinha sido agredido.No entanto, alguns minutos mais tarde a Polícia de Segurança Pública dava conta de que algumas pessoas tinham sido baleadas.

PORMENORES

'DISCO' FECHADA

À hora a que tiveram lugar ontem os acontecimentos,a discoteca Kremlin, em Alcântara, já estava encerrada ao público. Contudo,algumas pessoas ficaram no exteriordo espaço nocturno. Pelas 08h15, poucas eram as pessoasnas imediações.

PJ INVESTIGA

A arma utilizada no crime não foi encontrada pelas autoridades que se deslocaram ao local. Ao que tudo indica, trata-se de uma pistola que terá sido levada pelo autor dos disparos, que a tirou a uma das vítimas alvejadas.A Polícia Judiciária investiga o caso.

VÁRIOS CASOS

São várias as ocorrências com tiros ligadas às discotecas do grupo K, entre as quais o Kremlin. Clientes já foram baleados no exterior dos espaços, e até um segurança assassinado. Alguns porteiros são igualmente arguidosem casos de roubo.

Ver comentários