Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
8

BT faz menos 400 detenções

Os militares da extinta Brigada de Trânsito (BT) da GNR, ao serviço no Algarve, fizeram menos 400 detenções este ano desde que foram integrados no Comando Territorial de Faro, em Janeiro, do que em igual período de 2008. Segundo fonte da GNR, esta redução drástica está directamente ligada à greve às multas, praticada por patrulheiros que ficaram de fora da Unidade Nacional de Trânsito.
17 de Março de 2009 às 00:30
Militares da ex-BT de Albufeira estão a reduzir fiscalização em protesto
Militares da ex-BT de Albufeira estão a reduzir fiscalização em protesto FOTO: Sérgio Lemos

Segundo dados a que o CM teve acesso, em Março de 2008 a extinta BT de Albufeira já tinha feito cerca de 600 detenções relativas a infracções de trânsito. Este ano o número não chega a 100. A nível nacional, tal como CM avançou ontem, as contra-ordenações sofreram uma quebra de 80 por cento, causando prejuízos ao Estado entre dez a 18 milhões de euros.

"Só em acidentes é que actuamos. Não fazemos fiscalização a situações de condução sem cinto, carta ou a falar ao telemóvel", confidenciou ao CM um dos 80 patrulheiros em luta. Segundo a mesma fonte, "estão a escapar muitos infractores criminosos, porque a fiscalização não é feita".

O porta-voz do Comando-Geral da GNR, confrontado pelo CM, não confirma nem desmente esta redução. Costa Lima alerta apenas que "uma detenção pressupõe a existência de um crime e sempre que um militar da GNR esteja perante um crime é, nos termos da lei, obrigado a tomar as medidas legalmente previstas". O porta-voz da GNR ameaça que "qualquer interpretação contrária a este pressuposto enquadra-se numa situação de ilícito criminal e será, como tal, tida em conta". n

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)