Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
7

Burla de três milhões em julgamento

Os negócios eram quase todos selados junto a um cartório notarial e os pagamentos feitos em dinheiro para tornar o processo mais rápido. As vítimas, num total de 46, pensavam estar a comprar carros e imóveis a preços de saldo, por se encontrarem em execução fiscal. Mas na realidade, os bens não existiam e tudo não passou de uma burla, no valor de três milhões de euros, inventada por uma mulher que terá contado com a ajuda de mais sete pessoas para pôr o plano em marcha.
24 de Outubro de 2009 às 00:30
Burla de três milhões em julgamento
Burla de três milhões em julgamento

Os oito arguidos começaram a ser julgados ontem, no Tribunal de Leiria, acusados de um crime de associação criminosa, 126 de burla qualificada, falsificação de documento e abuso de confiança."É lógico que houve muita ganância no meio disto tudo", confessou Nuno P. um dos arguidos que aceitou prestar depoimento.

O empresário, 35 anos, foi apresentado à alegada mentora do esquema – Sofia S., 39 anos – por um bancário. "Disse-me que era solicitadora de execuções, que tinha bons conhecimentos nos tribunais" e negociava os bens pelo preço das dívidas constantes dos processos. Entusiasmado com as oportunidades de compra, Nuno encomendou 21 viaturas e ‘adquiriu' vários apartamentos por "100 mil euros". Nunca viu os imóveis, "porque a Sofia dizia que só quando o tribunal mudasse a fechadura" os podia visitar. Mesmo assim, foi confiando nas transacções. Ao ponto de começar a introduzir novos clientes no negócio.

A 22 de Maio de 2006, quando foi notificado para prestar declarações na PJ de Leiria, percebeu o logro em que tinha caído e para o qual tinha arrastado várias pessoas.

A bagagem verbal de Sofia S. era de tal forma que um cliente fez-se acompanhar de um advogado numa das transacções e nem ele desconfiou da burla, sublinhou ontem o empresário. O julgamento tem perto de 100 testemunhas e prossegue a 2 de Novembro com a audição de outro arguido. A principal suspeita foi autorizada a não estar presente.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)