Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
8

Burlões condenados

O Tribunal de Matosinhos condenou um casal e a filha a pagarem uma indemnização de 5 mil euros a um cantoneiro da Junta de Freguesia de Arrifana, Santa Maria da Feira.
3 de Agosto de 2012 às 01:00
Felismina e o marido, José, foram condenados
Felismina e o marido, José, foram condenados FOTO: Francisco Manuel

Felismina Pinho, de 58 anos, o marido, José Cazcarra, de 63, e a filha Marisa, 34, que também residem em Arrifana, foram ainda condenados a uma pena de dois anos e dois meses de prisão, pelos crimes de burla qualificada e falsificação de documento. No entanto, a pena é suspensa com a condição de indemnizarem o cantoneiro de 56 anos.

O caso remonta a Junho de 2006, quando os três obtiveram um crédito de 20 mil euros para comprar um Mercedes em nome de Aurélio Pires, um analfabeto que vive numa barraca. Só não o conseguiram porque passaram um cheque sem cobertura para pagar a entrada inicial do veículo.

A compra do Mercedes foi apenas um dos muitos esquemas montados pela família a Aurélio e que ainda estão sob investigação judicial. Por causa destes esquemas, Aurélio, que é analfabeto e vive numa barraca com pouco mais de dois metros quadrados, tem um terço do seu salário penhorado. "Eu não comprei nada, não tenho nada, e estou a ser perseguido como um caloteiro", diz indignado.

BURLÕES SANTA MARIA DA FEIRA TRIBUNAL MATOSINHOS MERCEDES CANTONEIRO
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)