Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
5

Burlona de luxo saca 100 mil €

Ex-estudante de Psicologia prometia empréstimos e vendia casas de luxo por 25 mil €.
25 de Novembro de 2013 às 17:36
Arguida prometia vender casas em zonas de luxo no centro da cidade de Coimbra
Arguida prometia vender casas em zonas de luxo no centro da cidade de Coimbra FOTO: istockphoto

Apresentava-se como pessoa bem relacionada e com solução para tudo. Consoante as necessidades das vítimas, assim Ana Rita, de 30 anos, inventava um esquema para extorquir dinheiro - e com isso levava "um elevado nível de vida", diz o Ministério Público.

Num processo que vai ser julgado no Tribunal de Coimbra, a arguida prometia vender apartamentos a "preços de ocasião" e conceder empréstimos de elevadas quantias. Depois desaparecia com o dinheiro pago pelas vítimas a título de entrada ou de despesas com os créditos. Através deste esquema, Ana Rita é acusada de se ter apropriado de mais de 100 mil euros, em 2011 e 2012.

Só uma das vítimas entregou-lhe 70 mil euros para despesas com abertura de processo para obtenção de um crédito de 550 mil euros, com "a máxima urgência" e sem burocracias. Outros perderam quantias que pagaram a título de sinal por apartamentos numa urbanização de luxo, no centro de Coimbra, que Ana dizia estarem à venda por 25 e 50 mil euros.

A uma das vítimas chegou a mostrar uma casa. "Era um palácio. Uma casa enorme, com piscina, por 200 mil euros. Um verdadeiro achado", diz um lesado. Ana Rita justificava o preço dizendo que estava penhorada e a vítima "caiu naquela ilusão".

Coimbra Ana Rita burla
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)