Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal

Burlona que fingia ter cancro continua a enganar

Sandra Eugénia Silva foi condenada por ter realizado peditórios em Paredes.
1 de Abril de 2019 às 08:43
Burlona fez peditórios em cafés
Justiça
Justiça
Burlona fez peditórios em cafés
Justiça
Justiça
Burlona fez peditórios em cafés
Justiça
Justiça
Sandra Eugénia Silva, condenada por ter realizado peditórios em Paredes para um falso cancro, sem nunca ter enfrentado pena de prisão efetiva, volta agora à Justiça.

Em causa, está o uso de documentos de identificação de pessoas suas conhecidas para realizar contratos com empresas de telecomunicações, de venda de produtos de beleza e domésticos e concessão de crédito. As faturas chegavam depois às casas dos lesados.

Num dos casos, prometeu emprego como empregada doméstica a uma vítima, fingindo que os documentos que lhe pedia seriam para efeitos de elaboração do contrato.

As novas burlas estão a ser julgadas no Tribunal de Valongo. A mulher responde pelos crimes de falsificação de assinatura e de burla.
Sandra Eugénia Silva Sandra Eugénia Silva Tribunal de Valongo tribunal
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)