Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal

Buscas para encontrar dinamarquesas retomadas

As buscas para encontrar as duas turistas dinamarquesas que desapareceram no domingo na Madeira foram hoje retomadas, disse à agência Lusa fonte policial.

5 de Janeiro de 2012 às 09:16
Buscas pelas duas dinamarquesas retomadas
Buscas pelas duas dinamarquesas retomadas FOTO: Bruno Colaço

As operações vão envolver elementos dos Bombeiros Municipais do Funchal, da Polícia Judiciária, da PSP e da GNR e vão centrar-se na zona da levada dos Piornais, no concelho do Funchal, onde as autoridades pressupõem que as cidadãs dinamarquesas desapareceram.

Fonte dos bombeiros adiantou à Lusa que para o local vai uma equipa de salvamento e resgate em montanha, com quatro elementos.

Já o Comando Territorial da Madeira da GNR desloca para a área seis militares mais o binómio cinotécnico de busca e salvamento, informou o seu relações públicas.

As duas dinamarquesas, de 73 e 76 anos, naturais de Ärhus, no norte da Dinamarca,  chegaram à Madeira no dia 29 de Dezembro e têm o regresso à Dinamarca marcado para dia 8.

O desaparecimento foi comunicado na segunda-feira pela direcção da unidade de alojamento onde as turistas se encontravam hospedadas.

"As senhoras, no passado dia 1 de Janeiro, por volta das 10h30, ausentaram-se preparadas para fazer uma caminhada porque levavam botas próprias, bastões e uma pequena mochila", afirmou o director dos apartamentos turísticos Avenue Park, na cidade do Funchal, Miguel Pita.

Segundo o responsável, a ausência das turistas foi detectada no dia seguinte porque as cidadãs "levaram as chaves do apartamento" e só quando as funcionárias foram limpar o espaço verificaram que "a cama estava como tinha sido feita no dia anterior".

Miguel Pita esclareceu que no apartamento foi encontrada documentação relacionada com o Curral das Freiras e Câmara de Lobos.

"Deixaram informação impressa via Internet dessas caminhadas e inclusive com os horários dos autocarros", observou o director da unidade de alojamento.

Fonte policial adiantou à Lusa que na sequência do alerta do desaparecimento, na terça-feira foram feitas buscas na levada dos Piornais, que tem ligação ao município de Câmara de Lobos, tendo ainda sido feita a difusão do desaparecimento das mulheres a nível regional.

"A Polícia Judiciária tomou conta da situação, pediu a colaboração das entidades com competência nesta área e pede à população que se tiver qualquer dado que possa dar sobre as turistas desaparecidas que comunique às autoridades", apelou esta fonte.

A Embaixada da Dinamarca em Lisboa fez saber que está a acompanhar a situação "em permanência" e que a família das cidadãs já foi informada do desaparecimento.

Buscas Madeira Dinamarquesas Desaparecimento
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)