Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
6

Cadastrado corta pulseira electrónica e foge de acidente que matou menino de sete anos

Condutor foragido cortou pulseira eletrónica. Sinistro aconteceu em Samora Correia.
João Nuno Pepino 21 de Maio de 2020 às 08:30

O condutor que fugiu do local do acidente de viação que vitimou uma criança de 7 anos, em Samora Correia, terá cortado a pulseira eletrónica há vários dias e andava foragido às autoridades desde então. O homem, um cadastrado com cerca de 30 anos, é para já o principal suspeito da GNR, que está a investigar as causas desta colisão entre duas viaturas ligeiras, ocorrida na Zona Industrial da Murteira, na noite de terça-feira.

Na sequência do embate, um rapaz de 7 anos morreu ao ser projetado para fora da viatura, ao que o irmão, de 9 anos, sofreu várias lesões muito graves. O óbito do menino mais novo foi declarado no local, ao passo que a criança mais velha foi estabilizada pelas equipas de socorro e transportada depois para o Hospital de Vila Franca de Xira, onde permanece internado. 

Na mesma viatura, viajavam também três adultos, o pai, a mãe e uma outra familiar, que sofreram ferimentos ligeiros e foram assistidos na mesma unidade hospitalar, onde a PSP de Vila Franca de Xira teve que montar reforço durante a madrugada para impedir desacatos.

A segunda viatura envolvida no acidente ficou abandonada no local. O condutor fugiu após o embate, mas tudo indica que se trata de um indivíduo que inutilizou a pulseira eletrónica que lhe tinha sido imposta como medida de coação num processo-crime, e que nem sequer terá carta de condução. As autoridades estão também a apurar se seguia sozinho ou se existia mais alguém dentro do veículo.

As operações de socorro envolveram cerca de 30 operacionais das VMER de Santarém e de Loures, dos Bombeiros Voluntários de Samora Correia e de Benavente, e da GNR.


Ver comentários