Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
7

Cadeia por agredir mãe com um ferro

Vítima, de 55 anos, lamentou não ter ajuda nas tarefas de casa e foi espancada pelo filho, de 30.
Ana Isabel Fonseca 16 de Novembro de 2014 às 09:49
Tribunal da Relação de Coimbra confirmou pena efetiva para filho que bateu na mãe
Tribunal da Relação de Coimbra confirmou pena efetiva para filho que bateu na mãe FOTO: Ricardo Almeida

A mulher de 55 anos estava no pátio de casa, em Oliveira do Bairro, a varrer pedaços de milho e começou a queixar-se que nunca tinha ajuda na realização das tarefas de casa. O filho, de 30 anos, ouviu o desabafo e ficou furioso. Pegou num ferro com 1,5 metros e atacou a mãe com extrema violência. A mulher sofreu várias fraturas e teve de ser hospitalizada. O caso ocorreu a 26 de setembro de 2010. O homem foi condenado a quatro anos de cadeia, pena efetiva agora confirmada pela Relação de Coimbra.

"Não se revelou minimamente sensível ao facto de a vítima ser sua mãe. A imagem global dos factos é muito grave, revelando o arguido qualidades altamente desvaliosas face ao direito", lê-se no acórdão da Relação.

O arguido – que foi condenado por um crime de ofensa à integridade física grave – discordou da pena que lhe foi aplicada. No recurso, o homem, que aguardou o desenrolar do processo em liberdade, tentou diminuir a pena argumentando que o exame psicológico revelou que tem imputabilidade diminuída e que sofre de perturbação da personalidade paranoide. Para os juízes, tal não serviu, no entanto, de atenuante.

A agressão do homem à mãe foi muito violenta. A mulher chegou a cair ao chão e mesmo assim o filho continuou a desferir-lhe várias pancadas em todo o corpo com o ferro.

As lesões foram de tal forma graves que a mulher teve de ser submetida a três cirurgias. Ficou com sequelas físicas permanentes. O arguido vivia na altura com os pais e não trabalhava.

agressão ferro violência Oliveira do Bairro Coimbra julgamentos crime
Ver comentários