Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
6

Cadela do triplo homicídio participava em corridas de atletismo

Pai e filho levavam ‘Victória’ para competições.
J.T. 31 de Agosto de 2015 às 13:20
Vídeo amador mostra momentos após tiroteio
A cadela ‘Victória’, de três anos e que esteve na origem do triplo homicídio na Quinta do Conde, era inseparável de José Pereira e de Diogo. Na rede social Facebook, pai e filho – duas das três vítimas mortais, a par de Nuno Anes – exibem várias fotos com a cadela. ‘Victória’ participava mesmo em corridas de atletismo com os donos.

Aliás, o desporto era uma das paixões de José Pereira – fervoroso adepto do Benfica – e de Diogo Ferreira. José, que na PSP era conhecido como ‘Jota’, fez parte do Corpo de Intervenção, entrou para o Corpo de Segurança Pessoal da PSP e agora estava requisitado como motorista do gabinete do primeiro-ministro.

Já o filho Diogo, de 23 anos, esteve vários anos como aluno no Colégio Militar, onde estudou até aos 18 – partilha mesmo nas redes sociais várias fotografias desse tempo. Desde então, trabalhou na loja de artigos desportivos Decathlon e exercia agora funções numa empresa de transitários. Ao mesmo tempo frequentava o curso de Economia no ISCTE, em Lisboa, faculdade para onde entrou no ano passado.
Cadela triplo homicídio homicídio morte corridas atletismo pai filho Victória competições Quinta do Conde
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)