Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
5

CÃES AJUDAM GNR

A raça "cão de pastor alemão" está presente em mais de metade das 300 equipas cinotécnicas da Guarda Nacional Republicana (GNR) espalhadas pelo País, por se tratar de animais que podem treinar-se para "qualquer tipo de missão".
3 de Setembro de 2003 às 00:00
"O cão de pastor alemão é obediente, leal, sociável, brincalhão, equilibrado, tem um bom instinto de guarda e é muito fácil trabalhar com ele", disse o capitão Gomes de Almeida, comandante da Companhia Cinotécnica da GNR.
Antes de integrarem as equipas de cinotecnia, os cães são sujeitos a uma formação que se prolonga por quatro meses. "Nós podemos treinar qualquer cão, mesmo sem raça", explicou o capitão Gomes de Almeida.
Os cães são "orientados para o treino" desde pequeninos, mas por norma a formação ocorre entre o primeiro e o terceiro anos de vida, para as várias missões no âmbito da actividade de GNR, como guarda e patrulha, busca de desaparecidos e detecção de engenhos explosivos e droga.
Para além do 'cão de pastor alemão', a Companhia Cinotécnica da GNR treina ainda as raças 'retriever do labrador', 'rotweiller', 'cão de fila de S. Miguel', 'pastor belga malinois', 'cocker spaniel', 'schenazr gigante' e 'sabujo espanhol', entre outros.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)