Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
3

Cai do 5.º andar após explosão

Polícia não afasta hipótese de crime. Mangueira da botija estava cortada.
16 de Agosto de 2014 às 10:50
A mulher de 49 anos morreu após o rebentamento de uma botija
A mulher de 49 anos morreu após o rebentamento de uma botija FOTO: D.R.

Uma emigrante em Espanha morreu depois de ter caído de uma altura de cinco andares, ‘cuspida' pela explosão provocada pelo rebentamento de uma botija de gás da casa onde morava. A vítima tinha 49 anos e a polícia não descarta a hipótese de haver mão criminosa, já que a mangueira da botija estava cortada.

A tragédia teve lugar na segunda-feira, num apartamento da Plaza de la Sal, no centro de Lérida, perto de Barcelona. A vítima viveria sozinha e, pelas 22h00, deu--se a explosão na cozinha da casa. O sopro provocado pelo rebentamento projetou a mulher pela janela da cozinha, caindo do 5.º andar para a rua.

Um vizinho, citado pela imprensa espanhola, disse que ficou assustado com os gritos da mulher dentro de casa e que quando chegou à rua para pedir socorro encontrou-a já cadáver no passeio.

Além da vítima mortal, esta tragédia provocou ainda cinco feridos, entre os quais um bebé de apenas meses. Os ferimentos devem-se à inalação de fumos.

As muitas equipas de socorro que se deslocaram ao local combateram as chamas no 5.º andar do edifício de sete andares. A polícia espanhola investiga agora se a tragédia foi provocada por terceiros.

cai andar explosão prédio queda crime
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)