Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal

Caíram em ravina profunda

Dois jovens lisboetas não ganharam para o susto. Ao início da madrugada de ontem, caíram numa ravina com cerca de 30 metros, quando se encontravam num passeio de automóvel pela aldeia de Chamoim, na zona das serras da Amarela e do Gerês, no concelho de Terras de Bouro. Mas saíram ilesos do acidente.
7 de Março de 2005 às 00:00
“É inacreditável. Aquilo é um buraco a pique, com silvedo e muito rochedo. O carro foi por ali abaixo, embateu nas rochas, ficou completamente destruído, mas ninguém sofreu qualquer ferimento”, disse ontem ao CM o subcomandante dos Bombeiros Voluntários de Terras de Bouro, José Dias.
Segundo esta fonte, o condutor, quando foi resgatado do local, confessou que “não acreditava em Deus, mas que a partir de agora tinha de repensar tudo”.
“A esta hora, ainda devem mas é estar a rezar ao S. Bentinho da Porta Aberta”, comentou José Dias, referindo-se àquele que é considerado o segundo santuário com mais visitantes no País – só superado por Fátima.
As vítimas ligaram por telemóvel para o 112, mas não sabiam onde se encontravam, o que dificultou a operação de resgate. Foi preciso que explicassem as placas que tinham visto antes do acidente.
O automóvel, um Alfa Romeo 166, mantém-se no local, de difícil acesso. “Até o gado bravo que anda lá em baixo tem dificuldades em safar-se daquela zona”, diz José Dias.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)