Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
8

Câmaras cobram taxa de Socorro

O Governo vai criar no próximo ano uma taxa de Socorro cujas receitas serão destinadas ao financiamento das associações de bombeiros, uma medida anunciada ontem pelo secretário de Estado da Administração Interna, Ascenso Simões, no encerramento do 39.º Congresso da Ligas dos Bombeiros Portugueses.
21 de Novembro de 2005 às 00:00
Bombeiros em acção, ontem, em Lisboa. Novo imposto municipal vai financiar Socorro
Bombeiros em acção, ontem, em Lisboa. Novo imposto municipal vai financiar Socorro FOTO: Manuel Moreira
Segundo Ascenso Simões, a taxa a pagar pelos contribuintes será “simbólica” mas “ajudará e muito” as corporações de bombeiros do País. A taxa será cobrada pelas câmaras municipais. “Ainda estamos a estudar qual vai ser o valor, mas uma coisa é certa: o cidadão deverá pagar alguma coisa para ajudar os bombeiros”, acrescentou o governante, que se prepara para, até finais de 2006, introduzir outras mudanças estruturais no sector: “É preciso regulamentar o financiamento dos corpos dos bombeiros, reformar o sistema de seguros e discutir o estatuto social do bombeiro”, adiantou o ministro.
Respondendo ao pacto de cooperação proposto pela Liga dos Bombeiros Portugueses para o Socorro e Protecção Civil, Ascenso Simões salientou que o Governo conta com os bombeiros “e não diz mal deles”. “Contamos convosco e não dispensamos a vossa colaboração na construção de uma nova política para os sector”, disse aos cerca de um milhar de bombeiros que se encontravam no Pavilhão Multiusos de Viseu. O Governo “está disponível” para alterar “algumas coisas” nos diplomas que vão reorganizar o serviço de protecção civil, como é desejo e intenção da Liga. Ascenso Simões disse que o Governo vai investir, no próximo ano, 60 milhões de euros na Protecção Civil.
"ESTAMOS DETERMINADOS"
No final do 39.º congresso da Liga, Duarte Caldeira, reeleito presidente da Liga, afirmou que os bombeiros debateram “com serenidade e maturidade” os problemas do sector. “Saímos daqui determinados em lutar por melhorias no Socorro dos portugueses”, disse.
O congresso terminou com um desfile apeado e motorizado no qual participaram um milhar de bombeiros de corporações de todo o País.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)