Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
7

CAMPO MAIOR PROMOVE QUALIDADES DO AZEITE

Centenas de agricultores ligados ao sector olivícola vão estar mais uma vez presentes em Campo Maior, na Feira Nacional da Olivicultura, que este ano aposta na divulgação das potencialidades do azeite no campo alimentar e nas novas formas de comercialização e produção.
3 de Setembro de 2003 às 00:00
CAMPO MAIOR PROMOVE QUALIDADES DO AZEITE
CAMPO MAIOR PROMOVE QUALIDADES DO AZEITE FOTO: d.r.
Ao todo, segundo o presidente da Câmara Municipal desta vila alentejana, o certame, que se realiza entre sexta-feira e domingo, irá contar com meia centena de expositores e com a presença de muitas cooperativas de todo o País, que na feira partilharão experiências e estabelecerão contactos, tendo em vista futuros negócios com os produtores.
"Teremos também a presença de agricultores espanhóis e representantes de grandes empresas nacionais, tal como o grupo Sonae e Quimigal", informou o autarca João Burrica, que se mostrou satisfeito pelo sucesso do certame alcançado nos últimos anos: "Têm sido discutidos temas importantes para o desenvolvimento do sector. Não podemos esquecer que o olival é das poucas culturas que ainda é apoiada financeiramente pela União Europeia."
A olivicultura tem vindo a assumir um peso importante na economia do concelho de Campo Maior. As empresas da região têm apostado no sector e, actualmente, são o "principal produtor nacional de azeitona de mesa", referiu.
Para além dos debates e troca de experiências, o certame conta com um programa cultural e um espaço dedicado à gastronomia. Estão previstos mais de 20 mil visitantes.
PALESTRAS E CONCURSO DE PRODUTORES
O segundo dia da Feira Nacional da Olivicultura, sábado, será inteiramente dedicado às jornadas técnicas.
A sessão de abertura terá lugar às 09h30 do dia 6 no auditório do Centro Cultural de Campo Maior.
A primeira sessão de palestras, sobre a temática 'Novas Perspectivas para a fileira Olivícola', terá início às 09h45. 'Campanhas de Promoção: situação actual e perspectivas', 'Olivicultura: passado, presente e futuro' e 'Utilização de novas variedades de oliveira' serão os três temas previstos nesta primeira sessão de trabalhos.
O segundo debate está agendado para as 11h30, com o tema 'Sistemas de Produção do Olival'.
De acordo com o definido no programa, três técnicos ligados ao sector vão falar nesta sessão sobre o 'Olival Super-intensivo', 'Olival Intensivo' e 'Olival Tradicional versus Olival Moderno'.
A última palestra está marcada para as 15h30 e terá como único tema o 'Impacto da Reforma intercalar da Política Agrícola Comum no sector Olivícola'. Duas horas depois terá lugar a sessão de encerramento.
Tal como nas edições anteriores, a Feira da Olivicultura irá mais uma vez entregar os prémios aos melhores azeites nacionais.
Este ano, segundo o presidente da autarquia de Campo Maior, João Burrica, concorreram 20 produtores, tendo os azeites sido sujeitos as análises no Instituto Superior de Agronomia.
Os resultados do 'Concurso Nacional do Azeite' serão conhecidos no domingo, pelas 11h00, numa sessão que irá decorrer no auditório da Caixa de Crédito Agrícola Mútuo, junto ao jardim municipal daquela vila raiana. A entrega dos prémios está prevista para as 18h30, no Salão Nobre dos Paços do Concelho.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)