Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
3

Canos desentupidos para travar cheias

Infraestruturas de escoamento tapadas pelas obras Polis estão a ser reativadas.
José Carlos Eusébio 18 de Novembro de 2016 às 17:48
Inundações na cidade, registadas no dia 1 de novembro de 2015, causaram prejuízos superiores a 20 milhões de euros
Inundações na cidade, registadas no dia 1 de novembro de 2015, causaram prejuízos superiores a 20 milhões de euros FOTO: Miguel Veterano
Estão a ser reativadas as infraestruturas de escoamento das águas da chuva que tinham sido tapadas pelas obras do programa Polis, na baixa de Albufeira. A autarquia vai ainda instalar uma estação de bombagem, na praça dos Pescadores. Estas medidas visam reduzir o risco de cheias, enquanto não é construído um túnel para desviar a água da ribeira de Albufeira para o mar.

O presidente da câmara, Carlos Silva e Sousa, revela ao CM que "já foram desentupidos três caneiros", que assim voltam a ser postos em funcionamento. Estas infraestruturas tinham sido cobertas com entulho aquando da intervenção Polis, concluída há cerca de sete anos.

Além disso, o autarca realça que foram desenvolvidos "trabalhos de limpeza e sustentação de margens em ribeiras", nomeadamente as de Santa Eulália, Vale Mangude e Ataboeira.

A preocupação em evitar a repetição do cenário de cheias vivido no ano passado levou ainda a autarquia a decidir avançar, em breve, com a instalação de uma estação de bombagem, na praça dos Pescadores. Este equipamento permitirá esgotar a água para o mar quando, por exemplo, a maré estiver alta e dificultar o escoamento pelo sistema já existente.

Ao que apurou o CM, já foi adquirida uma motobomba insonorizada de grande caudal, num investimento de quase 53 mil euros.

Recorde-se que as inundações de 1 de novembro do ano passado, na baixa da cidade, causaram prejuízos de mais de 20 milhões de euros.
praça dos Pescadores Albufeira Carlos Silva e Sousa Santa Eulália Vale Mangude política ambiente cheias
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)