Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
8

Cantinas abrem a famílias

Milhares comem nas escolas durante o Natal.
João Saramago e Luís Oliveira 30 de Dezembro de 2015 às 12:53
Em Viseu são servidas cerca de duas mil refeições aos menores
Em Viseu são servidas cerca de duas mil refeições aos menores FOTO: Nuno André Ferreira
De norte a sul, milhares de crianças do pré-escolar e do 1º ciclo têm na escola a única refeição do dia. Um esforço que as autarquias prolongam ao período de férias, garantindo assim um apoio extra a alunos e famílias carenciadas. Em Viseu, esta iniciativa garante cerca de duas mil refeições diárias. Já em Sintra, este número ascende às quatro mil.

A iniciativa, além de procurar apoiar as famílias com maiores necessidades – continuam a beneficiar das mesmas isenções ou descontos sociais do restante ano letivo –, tem também o objetivo de ocupar os alunos em iniciativas extraescolares.

As crianças participam em várias iniciativas, como visitas de estudo e atividades desportivas. "Não são só os refeitórios das escolas que estão abertos, são as escolas no seu todo", garante Joaquim Seixas, vereador com o pelouro da educação da Câmara Municipal de Viseu.

Na Escola da Ribeira foi a associação de pais que organizou e planeou as atividades extraescolares. "A escola disponibiliza o espaço, a autarquia responsabiliza-se pelas refeições e a associação de pais tratou do resto da logística que envolve as atividades extraescolares", diz ao CM Luís Nóbrega, subdiretor do Agrupamento de Escolas Grão Vasco.

Em Viseu foram dadas indicações para serem acolhidos pedidos de refeições por parte de famílias. Igual medida foi adotada em Sintra, onde existem 30 adultos a comer na escola.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)