Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
9

Cápsulas com ‘coca’ rebentam nos intestinos de português

O traficante português Eduardo António Serra Portela morreu num hospital da Baía após o rompimento de cápsulas de cocaína que se encontravam no seu intestino, informou o Consulado de Portugal em Salvador e a Polícia Federal do Brasil.
5 de Julho de 2011 às 17:33
Cápsulas com 'coca' rebentaram nos intestinos do português
Cápsulas com 'coca' rebentaram nos intestinos do português FOTO: DR

A morte ocorreu no dia 22 de Junho, no hospital Roberto Santos, em Salvador. O corpo, que está embalsamado, será transportado esta terça-feira para Portugal num voo da TAP, disseram à agência Lusa funcionários do consulado português.

Segundo a Polícia Federal brasileira, Eduardo Portela aguardava a sua extradição para Portugal. O traficante foi preso no dia 2 de Junho ao tentar deixar o Brasil, existindo contra ele um mandado internacional de busca, emitido por Portugal.

Segundo a polícia, o traficante não informou que tinha ingerido a droga, sofrendo uma infecção com o rompimento das cápsulas.

Em resposta a questões da agência Lusa, a Procuradoria-Geral da República esclareceu que havia sido "pedida oportunamente a extradição de Eduardo Serra Portela, no âmbito dos autos 2371/2010, para cumprimento de uma pena única de 21 anos de prisão, cujo remanescente de 6 anos e 5 meses faltava cumprir". 

A pena englobava, em cúmulo jurídico, "penas parcelares aplicadas em processos de Tomar e das Varas Criminais de Lisboa. O pedido (de extradição) foi enviado em 15 de Dezembro de 2010, por via diplomática", adianta a PGR, revelando que Eduardo Portela respondia por crimes de roubo, associação criminosa para tráfico deestupefacientes e receptação.

Droga traficantes cocaína Brasil Portugal
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)