Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
8

Carbonizada em sala de moradia

Bombeiros da Trafaria encontraram Clotilde Costa, a vítima, prostrada na sala da habitação.
18 de Abril de 2013 às 01:00

Uma idosa de 80 anos morreu ontem carbonizada na sequência de um incêndio que destruiu parcialmente a moradia onde habitava com a filha, o genro e o neto, em Vila Nova de Caparica, Almada.

As chamas na habitação onde residia Clotilde de Sousa Costa deflagraram pelas 14h00. A idosa estava sozinha em casa, e por isso foram os moradores da praceta Dinis Dias, onde fica situada a moradia, que chamaram os bombeiros. A corporação da Trafaria enviou ao local doze homens, com três viaturas. Carlos Vieira, chefe dos Voluntários da Trafaria, disse ao CM que os seus homens "tiveram de entrar pelo quintal da casa, uma vez que a porta estava trancada".

As chamas estavam confinadas à sala da habitação, onde está instalado um mini-escritório. Quando procederam à ventilação do piso térreo, os bombeiros descobriram o cadáver, já carbonizado, de Clotilde Costa. "Estava prostrado na sala", acrescentou ao Correio da Manhã Carlos Vieira.

O fogo foi depois extinto em cerca de 40 minutos. A área onde o fogo foi confinado sofreu sérios danos, mas a casa está habitável.

Um aparente curto-circuito terá causado o incêndio, mas a Judiciária de Setúbal foi chamada a investigar.

carbonizada sala moradia almada fogo idosa
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)