Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
9

Carlos Silvino paga um cêntimo a Paulo Pedroso

Antigo motorista da Casa Pia pediu desculpa a Paulo Pedroso.
24 de Março de 2011 às 00:30
Carlos Silvino surgiu cabisbaixo em tribunal. Pediu desculpa a Paulo Pedroso e alegou ter envolvido o deputado no caso de pedofilia a pedido da Polícia Judiciária
Carlos Silvino surgiu cabisbaixo em tribunal. Pediu desculpa a Paulo Pedroso e alegou ter envolvido o deputado no caso de pedofilia a pedido da Polícia Judiciária

Carlos Silvino, condenado a 18 anos de prisão no processo Casa Pia, diz que foi obrigado pelo inspector da PJ Dias André a identificar o ex--ministro Paulo Pedroso e a envolvê-lo no escândalo de pedofilia. Contrariando a versão que sustentou durante oito anos, ‘Bibi’ diz que nunca esteve na casa de Elvas e que não transportou nenhum aluno para a moradia que ficou conhecida como a ‘casa da orgias’.

As declarações de Carlos Silvino foram proferidas ontem em tribunal, no âmbito do processo de difamação que lhe foi interposto por Paulo Pedroso. Durante cerca de meia hora, o tempo que durou a sessão no Campus da Justiça, em Lisboa, ‘Bibi’ pediu desculpa, negou várias declarações por si proferidas ao longo dos anos e acusou ainda o inspector Dia André.

No final, pagou um valor simbólico de um cêntimo a Paulo Pedroso, livrando-se dos 150 mil euros pedidos pelo socialista. E saiu sem qualquer punição, por ter sido usado um mecanismo previsto no Código Penal (artigo 186º) que isenta Carlos Silvino de qualquer pena desde que peça desculpa ao ofendido e este aceite.

Na sequência destas declarações, a defesa de Paulo Pedroso mandou extrair certidão para que o Ministério Público investigue Dias André.

Ao CM, o inspector, que está reformado, nega as acusações e frisa que "sempre que ‘Bibi’ foi à PJ esteve na presença de um advogado". "Isso é completamente falso. Ainda vão ser os miúdos e os polícias os culpados disto tudo." "O senhor Carlos Silvino assumirá as consequências da burrice e da ofensa", acrescentou o inspector, referindo que não receia nenhuma investigação: "Se for chamado, lá estarei, sem medos."

Carlos Silvino estava acusado de difamar Paulo Pedroso na sequência de declarações proferidas em 2006 numa entrevista à TVI.

Ontem, em tribunal, disse que lhe "exibiram um álbum de fotografias e pediram para apontar Paulo Pedroso": "Vi várias fotos do Patriarca de Lisboa, de futebolistas, de Paulo Pedroso, de políticos", acrescentou.

DOIS ADVOGADOS RECUSAM DEFESA DE CARLOS SILVINO

Só à terceira é que um advogado oficioso aceitou defender o antigo motorista da Casa Pia condenado a 18 anos de prisão por abusos sexuais. Fernanda da Silva Pereira foi nomeada terça-feira, na véspera do julgamento por difamação. Carlos Silvino, recorde-se, dispensou, já este ano, o advogado José Maria Martins, que o defendia desde 2003. Martins foi o quarto advogado de ‘Bibi’, depois de João Carvalho, Hugo Marçal e Dória Vilar.

‘Bibi’ foi aposentado compulsivamente, recebe 450 euros e beneficia de apoio judiciário.

casa pia carlos silvino paulo pedroso indemnização
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)