Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
7

Carta de comandante a filhos de bombeiros de Algueirão-Mem Martins surpreende e emociona: "Tenho orgulho em ti, pai"

Comando da corporação enviou uma mensagem de agradecimento aos filhos dos operacionais.
Daniela Vilar Santos(danielasantos@cmjornal.pt) 4 de Março de 2021 às 10:24
Carta enviada para os filhos dos operacionais
Joaquim Leonardo, comandante dos Bombeiros Voluntários de Algueirão - Mem Martins
Carta enviada para os filhos dos operacionais
Joaquim Leonardo, comandante dos Bombeiros Voluntários de Algueirão - Mem Martins
Carta enviada para os filhos dos operacionais
Joaquim Leonardo, comandante dos Bombeiros Voluntários de Algueirão - Mem Martins
A mensagem chegou de surpresa pelo correio: "Escrevo-te esta carta, para te dizer que o teu pai é um destes heróis". Andreia, de oito anos, emocionou-se. O pai, também. "Ela deu-me um grande abraço e disse: ‘Tenho muito orgulho em ti’". A iniciativa do comandante dos voluntários de Algueirão-Mem Martins foi feita em segredo e surpreendeu os bombeiros da corporação.

"Sentimos a necessidade de agradecer à família que fica em casa. Explicar um pouco o valor do trabalho do pai e da mãe [enquanto bombeiros]", disse ao CM o comandante Joaquim Leonardo. "A ideia foi explicar que quando estão fora, em serviço, é um tempo que os bombeiros perdem com a família, mas há sempre alguém que beneficia com isso", acrescentou o operacional.

A iniciativa é um conto de super-heróis da vida real na forma de agradecimento a todos aqueles que estão na linha da frente contra a Covid-19. "Estas pessoas não usam capa e os seus superpoderes não são visíveis por todos, são discretos mas não deixam por isso de ser muito poderosos", pode ler-se na missiva.

Damásio Diogo é bombeiro em Algueirão-Mem Martins e recorda o momento em que Andreia abriu o envelope. "Até chorou, ficou muito emocionada e deu-me um grande abraço". O irmão Miguel, de dois anos, também recebeu uma carta. "Ela ficou com a folha e disse que a vai guardar para sempre", diz o bombeiro com voz embargada. "Para mim foi motivo de orgulho, senti-me bem, deu-me forças para continuar", remata.

Também Tomás, de oito anos, e Beatriz, de dois, foram presenteados com a surpresa. Sónia Godinho, mãe do casal e bombeira na corporação, refere que não estava à espera das cartas. "Foi tão bonito. O Tomás leu a carta e gostou muito", conta ao CM. O marido de Sónia, José Boucinha, também é bombeiro na corporação. "Temos medo de trazer o vírus para casa e infetar os nossos filhos", revela Sónia.

"Tomás, todos nós agradecemos o apoio que dás aos teus pais e a compreensão pelo tempo que não passas com eles. Não te esqueças que o teu apoio é provavelmente a força mais importante para os teus super-heróis serem bem-sucedidos nas suas difíceis missões", lê-se nas cartas personalizadas e assinadas pelo comandante Joaquim Leonardo.
Ver comentários