Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
7

Casa de homicida acaba incendiada

A casa de Laura Farto, onde vivia a mulher que agora está presa por suspeitas da morte a tiro do proprietário de uma churrasqueira em Ferrel, Peniche, na última sexta-feira, foi incendiada na madrugada de ontem, havendo indícios de fogo posto que estão já a ser investigados pela Polícia Judiciária de Leiria. O incêndio não chegou a ser combatido pelos bombeiros, que só tiveram conhecimento do fogo horas depois, após uma comunicação da GNR, mas a casa ficou inabitável.
31 de Maio de 2011 às 00:30
A casa de Laura Farto ficou inabitável por causa do fogo
A casa de Laura Farto ficou inabitável por causa do fogo FOTO: Carlos Barroso

As marcas das chamas são bem visíveis na fachada do nº9 da rua 1 de Maio, onde os vidros do quarto e da sala ficaram partidos. No interior há móveis destruídos e paredes carbonizadas. Mas ninguém sabe nem viu nada, apesar de haver mais casas na mesma rua e coladas à que ardeu. As chamas extinguiram-se por si próprias, sem qualquer intervenção dos bombeiros.

O fogo poderá ter sido uma retaliação de populares indignados com a suspeita de homicídio, Laura Farto, 68 anos, e com o marido, José Santos, 70 anos. O casal vivia em frente da churrasqueira A Caseirinha, que foi o motivo do conflito com o proprietário, Paulo Martins, 42 anos, morto a tiro na sexta-feira.

Laura Farto está em prisão preventiva desde sábado, tendo-lhe sido apreendida uma pistola de calibre 6.35 mm, mas o marido, que guiava o carro de onde foram disparados os dois tiros contra o empresário, ficou em liberdade, a aguardar julgamento. Contudo, diz a PJ, "foi encaminhado para um estabelecimento hospitalar para receber apoio de saúde, uma vez que não existiam condições para que voltasse à sua residência".

Sobre o incêndio, os vizinhos remetem-se ao silêncio e mostram-se indiferentes. Apenas uma mulher contactada ontem pelo CM deixou a interrogação: "Se calhar foi o homem a atear ou a mandar queimar a própria casa, para causar mais confusão e lançar a dúvida sobre a população".

PENICHE LAURA FARTO HOMICÍDO INCÊNDIO
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)