Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
4

CASA TROCADA POR SOFÁ

Uma mulher de 76 anos reside numa casa sem as mínimas condições de habitabilidade, em adiantado estado de degradação e que ameaça ruir a qualquer momento, na Travessa da Balsa, em Viseu.
17 de Outubro de 2003 às 00:00
Matilde da Silva corre o risco de ficar sob os escombros da casa
Matilde da Silva corre o risco de ficar sob os escombros da casa FOTO: Luís Oliveira
Matilde da Silva, reformada depois "de uma vida inteira a trabalhar em limpezas", vive naquela casa há mais de 45 anos e paga uma renda mensal de 1,5 euros ao senhorio, ausente da cidade e que se faz representar por um bombeiro. "A única coisa que o representante faz é entregar-me os recibos da renda, de resto, mais nada", refere a moradora.
O mau tempo dos últimos dias fez abater parte de uma casa vizinha no telhado da sua, fazendo a água entrar no quarto e destruir o mobiliário. "Há mais de um ano que durmo no sofá da sala e não no quarto porque tenho medo que o tecto me caia em cima. Até o meu neto mais no-vo tem medo de cá ficar" afirmou Matilde da Silva, acrescentando que a senhoria da habitação vizinha "não faz obras e diz que a responsabilidade é da Câmara Municipal".
Todas as terças e quintas-feiras, a moradora dirige-se à Câmara para ser atendida pelos responsáveis da Habitação, mas a resposta tarda: "É sempre a mesma coisa. Dizem-me que estão a estudar o assunto, mas ainda não me deram uma casa nova. Continuo aqui na miséria sabendo que há casas vagas que eu podia ocupar".
"Um dia pego num cobertor e vou dormir para a Câmara ou para a polícia, até que o meu problema seja resolvido. Só quando a casa me cair em cima é que vão olhar verdadeiramente para o meu problema", desabafou Matilde da Silva.
A situação é agravada pelos problemas de solidão e de saúde. "O meu marido foi para África e nun-ca mais voltou, deixando-me sozinha com um filho para criar. A partir daí nunca mais a vida me correu bem" referiu Matilde da Silva, ago-ra a braços com a possibilidade de ficar "sem casa e sem sítio para onde ir".
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)