Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
3

Casal atacado à facada enquanto dormia nas Caldas da Rainha

Homem sofreu golpe nos pulmões. Tudo aponta para um ajuste de contas.
Francisco Gomes 14 de Junho de 2020 às 01:30
A carregar o vídeo ...
Casal atacado à facada enquanto dormia nas Caldas da Rainha

Um casal de 33 anos foi atacado com grande violência por quatro homens, enquanto dormia, nas Caldas da Rainha. Os dois foram surpreendidos em casa pelos agressores, que invadiram o apartamento, ameaçaram e agrediram. O homem acabou mesmo por ser esfaqueado. A PJ de Leiria está agora a investigar o caso. Tudo aponta para um ajuste de contas.

O crime aconteceu na madrugada de quinta-feira. Segundo apurou o CM, o homem sofreu um golpe perfurante junto aos pulmões e a mulher ficou ferida na cabeça. Foram assistidos no local e levados de ambulância para o hospital. Já tiveram alta médica. O caso verificou-se no sétimo andar de um edifício na cidade pouco depois das 03h00.

Os agressores irromperam pela habitação, após partirem a porta, e dirigiram-se ao casal. Nesse momento proferiram ameaças e agrediram homem e mulher a murro e pontapé.

O morador reagiu e tentou expulsá-los. Mas no corredor, junto à porta do apartamento, acabou golpeado com um objeto cortante. Já a mulher, que foi em sua defesa, acabou também por ser agredida, mas com menor gravidade.

Uma vizinha apercebeu-se dos gritos da mulher e de imediato alertou as autoridades. Porém, apesar da esquadra da PSP ficar bem próxima do local, a apenas duas centenas de metros, quando os agentes chegaram não avistaram os suspeitos, que foram rápidos a fugir.

Para já, o que se sabe é que três atuaram com a cara tapada. Agora, a investigação está a cabo da Polícia Judiciária de Leiria, que recolheu várias provas no local. Para já, suspeita que as agressões possam ter sido cometidas num cenário de ajuste de contas. 

PORMENORES
Perdeu muito sangue
O esfaqueado perdeu muito sangue e teve de receber uma transfusão no hospital. Quando os bombeiros chegaram ao local encontraram o homem no rés-do-chão do edifício, para onde foi levado pela mulher.

Fuga foi rápida
Os agressores fugiram rapidamente mas não utilizaram o elevador para descer os sete pisos, o que causou estranheza. A mulher ainda espreitou pelo vão de escada, que é largo, mas já não conseguiu avistar os suspeitos.

PJ recolheu provas
A casa ficou com estragos bem visíveis, sobretudo no corredor, onde um móvel ficou partido. A porta, para além de arrombada, está riscada e a fechadura está estragada. Os inspetores da Polícia Judiciária de Leiria recolheram várias provas no local. Para já a hipótese de ajuste de contas parece ser a mais provável.

Caldas da Rainha Leiria PJ Polícia Judiciária de Leiria crime lei e justiça questões sociais polícia crime
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)