Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
7

Casal de acólitos abusa sexualmente de menor após missa de Natal em igreja de Oliveira de Azeméis

Tribunal da Relação confirmou agora a aplicação de penas suspensas ao arguido.
Ana Isabel Fonseca 3 de Setembro de 2021 às 10:58
A carregar o vídeo ...
Casal de acólitos abusa sexualmente de menor após missa de Natal em igreja de Oliveira de Azeméis

Os crimes tiveram início na manhã do dia 25 de dezembro de 2014. Após a missa de Natal, um casal de acólitos decidiu manter relações sexuais na sala de arrumos da igreja situada em Oliveira de Azeméis.

No final decidiram chamar um outro acólito que na altura tinha apenas 13 anos. O arguido incentivou o jovem a manter diversos contactos sexuais com a sua namorada. Os factos repetiram-se pelo menos mais uma dezena de vezes ao longo de três anos em locais isolados. O menor era sempre levado a manter contactos sexuais com a jovem enquanto o namorado assistia. A vítima recusou sempre consumar as relações sexuais. Era o arguido que depois o fazia.

Os suspeitos tinham na altura cerca de 20 anos. 

Já em 2018, o caso foi finalmente denunciado. O casal de acólitos foi julgado em Santa Maria da Feira e punido com penas suspensas. O homem apanhou cinco anos e a mulher um ano. As condenações foram agora confirmadas pelo Tribunal da Relação do Porto.

O juízes desembargadores afirmam no acórdão que o arguido abusou da inexperiência do menor. Quanto à arguida consideraram que esta só praticou os atos com o menor porque tinha medo de perder o namorado.

Para além da pena, o arguido ficou ainda proibido de exercer qualquer profissão ou atividade que implique o contacto com menores.

igreja de Oliveira de Azeméis crime lei e justiça crime questões sociais crimes sexuais julgamentos
Ver comentários