Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
2

CASAL DE ADOLESCENTES DESAPARECIDO HÁ OITO DIAS

Os familiares de dois menores de Castelo Branco desaparecidos há uma semana suspeitam que os adolescentes possam ter caído nas malhas de uma rede de prostituição ou exploração de trabalho ‘escravo’ e levados para Espanha.
16 de Dezembro de 2003 às 00:12
Os menores, um rapaz de 17 anos e uma rapariga de 15 anos, foram vistos a entrar numa carrinha, no dia 9, presumindo-se que tenham atravessado a fronteira mais próxima de Castelo Branco.
Segundo informações da PSP daquela cidade, o condutor da viatura, um indivíduo de etnia cigana, está identificado. No entanto, ontem à noite o paradeiro dos dois jovens continuava desconhecido.
Após a participação do desaparecimento, efectuada domingo pelos familiares, as autoridades policiais recolheram informações de testemunhas que diziam ter visto os jovens num centro comercial da cidade. Mas, o facto é que nem a polícia os detectou, nem os familiares receberam notícias dos jovens.
Os adolescentes residem na zona do Bairro Nossa Senhora do Valongo, mas não era conhecida nenhuma relação de namoro ou amizade entre os dois.
De acordo com um elemento da PSP, a rapariga é estudante, no ensino secundário, e apesar da idade, “já não é a primeira vez que desaparece de casa” por alguns dias.
No dia em que foi vista a entrar para a carrinha suspeita, a jovem vestia um kispo preto e umas calças de ganga.
Quanto ao rapaz, as autoridades policiais revelaram que envergava um blusão de cores bege e vermelho e umas calças de ganga. Tem cabelo curto e castanho.
O caso foi transmitido à Directoria de Coimbra da Polícia Judiciária e os dados dos menores encaminhados para o Sistema de Informação Shegen, para o caso de serem detectados a tentar passar alguma fronteira.
BÁRBARA
Uma adolescente de 14 anos desapareceu de casa em Agosto depois de ter conhecido um homem de 27 anos através de uma coluna de correio sentimental. A rapariga voltou a casa, em Tavarede, Figueira da Foz, 12 horas após a fuga, e a alegada paixão que originou o caso terminou.
INTERNET
Em Setembro, a PSP de Castelo Branco identificou um militar de cerca de 30 anos que terá mantido relações com uma menor de 15 anos, que conhecera através de mensagens SMS de uma televisão. A jovem esteve desaparecida de casa dos pais durante algumas horas.
RAPARIGAS
Uma jovem de 14 anos, de Vale Maior (Mirandela) desapareceu de casa em Junho, levando consigo um cartão de crédito. Uma adolescente, da mesma idade, saiu de casa em Vilar (Aveiro) no mesmo mês. Em Janeiro, de Urmeira (Odivelas) desapareceu uma jovem de 16 anos.
Ver comentários