Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
6

Casal detido por morte de mulher

A Polícia Judiciária deteve anteontem um homem, de 33 anos, e uma mulher, de 32 anos, suspeitos de terem sido os autores do roubo de relógios, jóias e dinheiro e do homicídio de Branca Resende, de 65 anos, no dia 4 de Novembro, em Queluz, Sintra. Presentes a tribunal, ele ficou em prisão preventiva e ela saiu em liberdade.

23 de Dezembro de 2011 às 01:00
A mulher foi morta na própria habitação de onde foram levadas jóias, relógios e muito dinheiro
A mulher foi morta na própria habitação de onde foram levadas jóias, relógios e muito dinheiro FOTO: Mariline Alves

Os detidos eram apenas conhecidos. Ele, actualmente desempregado e com antecedentes criminais por roubos e falsificações, terá sido o autor material do homicídio e o único que entrou na casa de Branca Resende, onde a vítima guardava avultadas quantias em dinheiro. A sexagenária resistiu e foi agredida, daí resultando a sua morte.

A ideia terá partido da cabeleireira. Branca Resende era sua cliente e uma pessoa de posses, que tinha por hábito emprestar dinheiro a amigos e conhecidos, sempre que estes lhe batiam à porta. E a cabeleireira sabia. Os empréstimos, que acabavam sempre por ser pagos na íntegra, eram elevados.

Branca Resende morreu a uma sexta-feira, mas o corpo apenas foi encontrado num domingo, dia 6 de Novembro, depois de a empregada doméstica, que estranhou o facto de a mulher não lhe ter telefonado, ter ido à PSP.

QUELUZ DETIDOS MORTE HOMICÍDIO
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)