Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
5

Casal espanca dois professores

Os agressores são pais de duas alunas. Pai agressor falou à CMTV.
19 de Janeiro de 2017 às 13:12
Os agressores são pais de duas alunas. Pai agressor falou à CMTV.
Um professor de 60 anos e uma colega, de 55, da Escola Básica 2+3 de Marvila, em Lisboa, foram espancados por um casal que invadiu o recinto da escola, na quarta-feira. 

As vítimas foram atacadas a soco e pontapé, tendo o CM apurado que os agressores serão pais de alunos. 

O INEM e os Bombeiros do Beato assistiram os professores, que foram hospitalizados. 

Ao que o CM apurou, segundo a escola, as aulas decorriam com normalidade quando os pais de uma aluna entraram pela sala e agrediram o professor. A outra professora foi agredida quando tentava separar os pais do professor espancado.

A CMTV falou com o pai da aluna, Nelson Pinto, que admitiu as agressões ao professor. "Dei-lhe umas duas ou três chapadas e ele ficou ali caído". O encarregado de educação diz que quando foi buscar a filha à escola os alunos disseram-lhe que a menor tinha sido agredida " com chapadas e murros" e "agarrada pelo pescoço".

"Vi a minha filha em pânico. Mas admiti logo à polícia", afirma o agressor. No entanto, o pai da aluna conta uma versão diferente da da escola e diz que o professor pediu aos alunos para sairem da sala antes de alegadamente agredir a aluna.

"Não quero que a minha falte ou que mude de escola. Só quero que mude de professor", conclui Nelson Pinto.

Já estarão foirmalizadas as queixas de ambas as partes envolvidas na esquadra da PSP

Escola Básica Marvila Lisboa INEM Bombeiros do Beato PSP
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)