Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
2

Casal idoso e doente sem apoio em casa

Um casal de idosos e doentes desespera por ajuda da Segurança Social e do Centro de Emprego de Rio Tinto, Gondomar, para contratar uma empregada. "Nem a pagar querem tratar de pessoas doentes e acamadas", queixa-se José Raimundo Tavares, de 87 anos.
30 de Maio de 2011 às 00:30
Idosos não têm mobilidade
Idosos não têm mobilidade FOTO: Joana Neves Correia

Cristina cuida dos idosos há cerca de um ano, mas também adoeceu e, a partir de amanhã, deixa o trabalho em casa do casal, na rua Gago Coutinho. Amélia Tavares, de 82 anos, é a preocupação de Cristina. "Ela sofre de Alzheimer, não anda e não faz nada sozinha. O senhor José é muito lúcido, mas também não tem mobilidade", explica. José Tavares não pede ajuda gratuita. "Pago o salário mínimo a uma empregada, mas ninguém aparece." O octogenário já recorreu às instituições sociais e autárquicas de Gondomar para contratar uma empregada com capacidade para tratar de idosos. O casal tem um filho, que trabalha e não pode cuidar dos pais.

FAMÍLIA DOENTE GONDOMAR IDOSOS
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)