Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
6

Caso Maddie: Mau ambiente entre portugueses e ingleses

Relatório refere "frustração" e "ressentimento" por parte das autoridades britânicos para com a polícia portuguesa.
2 de Setembro de 2014 às 18:26
Inspetores da Scotland Yard estiveram em Faro, durante o mês de julho, para assistirem aos interrogatórios de quatro indivíduos constituídos arguidos no caso e oito testemunhas do caso Maddie
Inspetores da Scotland Yard estiveram em Faro, durante o mês de julho, para assistirem aos interrogatórios de quatro indivíduos constituídos arguidos no caso e oito testemunhas do caso Maddie FOTO: Luís Costa

Um relatório do Ministério do Interior inglês divulgou que a investigação do desaparecimento de Maddie McCann teve efeitos negativos entre a polícia portuguesa e os responsáveis ingleses.

O documento, entregue em 2010, diz que a intervenção de várias forças da autoridade britânicas e agências de proteção de menores criou "frustração" e "ressentimento" junto da polícia portuguesa.

"A nossa primeira reação foi querer ajudar, por isso todos foram com a melhor das intenções e isso criou caos e um sentido de competição, na minha opinião, porque queriam ser vistos a ajudarem", disse o autor do relatório, Jim Gamble, numa entrevista à Sky News, revelando que os responsáveis ingleses estavam constantemente a dar conselhos à polícia portuguesa.

"Não tenho dúvidas que esta relação teve um efeito negativo na investigação", acrescentou ainda o antigo responsável da Child Exploitation and Online Protection Centre.

O relatório admitiu também que o facto da polícia de Leicestershire ter ficado à frente da operação do desaparecimento do casal McCann foi um erro, pois a força policial estava mal preparada para lidar com uma investigação tão grande.

Maddie McCann Jim Gamble desaparecimento polícia
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)