Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
1

Casos de sida diminuem mas pedidos de apoio aumentam

O Instituto Nacional de Estatística revelou esta terça-feira que os números de casos de sida diagnosticados diminuiu mais de 50% entre 2000 e 2006. No entanto, a Liga Portuguesa de combate à doença recebe cada vez mais pedidos de apoio, o que, segundo a presidente, se os dados do INE corresponderem à realidade, significa que o trabalho de prevenção das várias organizações “está a dar frutos”.
12 de Fevereiro de 2008 às 20:51
Em 2000 foram diagnosticados 1022 novos casos de sida, enquanto que em 2006 o número de novos casos foi de 577, menos 56,5%, de acordo com o INE.
Para a presidente da Liga Portuguesa Contra a Sida, Maria Eugénia Saraiva, “os números valem o que valem”. Segundo a responsável, a instituição tem recebido um número cada vez maior de pedidos de informação e de apoio.
“O número de famílias que apoiamos subiu de 350, em 2006, para 400, em 2007”, precisou Maria Eugénia Saraiva, acrescentando que as chamadas para a Linha SOS Sida (800 2010 40) também têm vindo a aumentar.
“Se a informação do INE corresponder à realidade, é sinal que o trabalho de prevenção feito pela Liga e por outras organizações não governamentais está a dar frutos”, salientou a responsável, adiantando que, no entanto, aquela instituição orienta-se pelos números do Instituto Nacional de Saúde Dr. Ricardo Jorge, que dão conta da existência de 35 mil pessoas infectadas com o vírus da sida em Portugal, mas que “a existência de abundantes casos não notificados” pode fazer duplicar aquele número.
Maria Eugénia Saraiva lamentou ainda o facto de Portugal continuar a ocupar um dos primeiros lugares a nível europeu no que diz respeito ao número de infectados com o HIV, advertindo para a necessidade de “contabilizar os afectados”, ou seja, aqueles que lidam de perto com os seropositivos e os doentes.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)