Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
7

Causa três mortes e é preso a roubar

Armando Andrade, de 22 anos, era procurado pelo Destacamento de Trânsito de Albufeira da GNR desde Janeiro, altura em que terá provocado um despiste na Guia do qual resultou a morte de três jovens de 19, 20 e 23 anos.
26 de Maio de 2011 às 00:30
Romina Soares e Tiago Gonçalves foram duas das vítimas mortais do despiste na Guia, em 15 de Janeiro
Romina Soares e Tiago Gonçalves foram duas das vítimas mortais do despiste na Guia, em 15 de Janeiro FOTO: Miguel Veterano Júnior

O suspeito, conhecido por ‘Lágrima’ devido a uma tatuagem, foi entretanto apanhado e preso pela Unidade Nacional de Contra-Terrorismo da Polícia Judiciária mas por assaltos à mão armada a estações dos Correios de Portugal (CTT).

A detenção, feita com a colaboração da GNR, foi ontem anunciada pela Polícia Judiciária. O CM sabe que o suspeito foi capturado no passado dia 11, no Montijo. Com armas de fogo, meios de disfarce, e juntamente com outro elemento, já detido, ‘Lágrima’ é suspeito de assaltar estações dos CTT, sobretudo na margem sul do Tejo.

O detido está agora em prisão preventiva, ao abrigo do processo da Polícia Judiciária, mas ainda terá de responder em Albufeira por triplo homicídio por negligência – na sequência do acidente mortal.

‘Lágrima’ ocupava o lugar do pendura no Lancia Y10 que, pelas 06h30 do passado dia 15 de Janeiro, se desfez numa brutal colisão contra um camião estacionado na Estrada Nacional 125, próximo do Centro Comercial AlgarveShopping. Três ocupantes do veículo que seguiam no banco de trás – Tiago Gonçalves, de 23 anos, Romina Soares, de 20 anos, e Pedro Pinho, de 19 anos – perderam a vida.

O condutor, Ricardo Aniceto, de 23 anos, sobreviveu mas continua hospitalizado com lesões graves na coluna. Já foi interrogado pela GNR e disse aos militares que ‘Lágrima’ puxou a alavanca do travão de mão em andamento, provocando o despiste fatal.

O suspeito, na altura, fugiu do Hospital de Faro e não compareceu na GNR para ser ouvido. Chegou a estar referenciado em Portimão, Rio de Mouro e no Montijo mas continuava fugido. O Ministério Público de Albufeira, apurou o CM, já tinha emitido mandados de captura em seu nome.

GNR Hospital de Faro Portimão CTT Polícia Judiciária
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)