Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal

Cavaco elogia "imensa originalidade" de Mia Couto

A presidente do Brasil Dilma Rousseff e Cavaco Silva entregaram juntos o Prémio Camões a Mia Couto
10 de Junho de 2013 às 21:49

O Presidente da República de Portugal, Cavaco Silva, considerou na segunda-feira que a atribuição do Prémio Camões ao escritor moçambicano Mia Couto foi uma decisão "justa e clarividente" e elogiou a "imensa originalidade" do seu universo ficcional.

Na cerimónia de entrega do Prémio Camões a Mia Couto, no Palácio de Queluz, o chefe de Estado português agradeceu a presença da Presidente da República Federativa do Brasil, Dilma Rousseff, e assinalou o facto de esta ocorrer no dia 10 de junho.

Com Dilma Rousseff ao seu lado, Cavaco Silva afirmou: "O seu gesto, senhora Presidente, tem um significado muito especial, que quero sublinhar, porque ocorre no Dia de Portugal, que é também o Dia de Camões, a data em que celebramos o universalismo da Língua Portuguesa. Na verdade, é um traço de união que celebramos neste Dia de Portugal e das Comunidades Portuguesas".

"Felicito, com afetuosa admiração, o escritor Mia Couto, bem como o júri que decidiu atribuir-lhe este galardão. Foi uma decisão justa e clarividente", acrescentou.

Cavaco Silva referiu-se a Mia Couto como "um dos mais reconhecidos e versáteis autores da lusofonia contemporânea", que "construiu, ao longo de uma sólida carreira, um universo ficcional próprio, de imensa originalidade, que se singulariza por confrontar as suas personagens - e também os seus leitores - com as grandes interrogações e os grandes dilemas da existência humana".


Antes, o chefe de Estado português recordou que o Prémio Camões fora criado em 1988 pelos governos de Portugal e do Brasil e tem distinguido autores de língua portuguesa de "praticamente todo o universo lusófono", tendo o primeiro galardoado sido o português Miguel Torga.

O primeiro-ministro português, Pedro Passos Coelho, o antigo Presidente da República de Portugal Jorge Sampaio e os ministros portugueses dos Negócios Estrangeiros, Paulo Portas, da Economia, Álvaro Santos Pereira, da Saúde, Paulo Macedo, e da Educação, Nuno Crato, foram alguns dos convidados que assistiram a esta cerimónia.

Em representação do governo brasileiro, estiveram presentes, entre outros, os ministros das Relações Exteriores, Antonio Patriota, da Cultura, Marta Suplicy, da Educação, Aloísio Mercadante.

 

Prémio Camões Dilma Rousseff Mia Couto Cavaco Silva
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)