Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal

Cerca de 60 pessoas resgatadas em Campo Maior

Cerca de 60 pessoas de Campo Maior, que se encontravam acampadas junto ao rio Xévora, foram retiradas na noite passada, após a subida do caudal, disse à agência Lusa fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Portalegre.
1 de Abril de 2013 às 07:39

A operação foi dada como terminada pelas 02h00, indicou a fonte, informando que existem pessoas que decidiram, contudo, permanecer no local.

Anualmente, na época da Páscoa, as populações do concelho de Campo Maior deslocam-se para o campo, para junto da Ermida de Nossa Senhora da Enxara, junto à aldeia de Ouguela, onde realizam vários festejos de caráter religioso, permanecendo naquele lugar durante vários dias.

A subida do nível da água no Rio Xévora poderá ter sido provocada por descargas na barragem de Abrilongo e pela chuva forte que tem vindo a assolar aquela região alentejana.

O pontão de circulação rodoviária, que ficou submerso, continua interdito, afirmou a mesma fonte.

Segundo informações facultadas pelo presidente da Câmara de Campo Maior, Ricardo Pinheiro, por volta das 21h00 encontravam-se acampadas no local perto de uma centena e meia de pessoas.

No entanto, como explicou a fonte do CDOS de Portalegre, nem todas manifestaram vontade de sair do local e de regressar a casa.

campo maior rio xévora resgate mau tempo cdos
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)