Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
4

Chamas cortam A1 e alarmam moradores

Um incêndio de grandes dimensões deflagrou ontem à tarde num canavial junto ao rio Trancão na zona da Bobadela, Loures, movimentando para o local um número elevado de meios. A A1 esteve cortada ao trânsito durante várias horas. A circulação só foi reaberta pelas 21h20.

26 de Junho de 2012 às 01:00
O ataque às chamas envolveu dezenas de bombeiros e viaturas de várias corporações
O ataque às chamas envolveu dezenas de bombeiros e viaturas de várias corporações FOTO: Duarte Roriz

"Eram 17h00 e já me cheirava a fumo em casa. Depois, era tanto fumo, que tive de andar com um pano molhado nos olhos, porque até ardiam", disse ao CM Deolinda Dinis, moradora na freguesia da Bobadela.

Mesmo ao lado, situa-se uma escola básica. Na altura em que o incêndio deflagrou (o alerta foi dado cerca das 17h30) estavam no estabelecimento de ensino seis crianças, da Academia de Patinagem da freguesia. Com idades entre os 7 e os 13 anos, tiveram de ser retiradas do edifício, revelaram ao CM os pais de Daniel, um dos menores.

Duas horas depois de deflagrarem, as chamas lavravam em duas frentes activas, sendo que o incêndio só foi dado como dominado às 20h42.

A enorme nuvem de fumo alastrou sobre Bobadela e freguesias vizinhas e deixou os moradores preocupados, ao ver o fogo perto das suas casas.

Ao início da noite, com o fogo ainda por circunscrever, a preocupação e o susto ainda eram visíveis no rosto dos populares, que saíram à rua. Inicialmente, a A1 foi cortada, ao quilómetro 3 apenas num sentido. Mas a imensa nuvem de fumo que se formou levou a que a auto-estrada fosse cortada em ambos os sentidos, provocando intermináveis filas de trânsito durante horas.

INCÊNDIO FOGO CHAMAS BOBADELA
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)