Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
2

Chamas deixam família sem casa

“Ficámos sem nada. Até o dinheiro que tínhamos para o mês ardeu”, lamenta José Luís Silva, 44 anos, proprietário da casa que ardeu na madrugada de ontem, em Conqueiros dos Mendes, Pombal, deixando desalojada uma família de cinco pessoas.
20 de Junho de 2005 às 00:00
O que restou da casa
O que restou da casa FOTO: Francisco Pedro
O fogo, de origem desconhecida, foi detectado pela 01h50, num anexo à habitação. Os moradores ainda tentaram extinguir as chamas com água de um depósito, mas a sua acção foi inglória. Quando os bombeiros chegaram, já o imóvel estava tomado pelo fogo.
Como era uma casa antiga, o fogo “agarrou-se à madeira numa fracção de segundos e tomou tudo”, recorda José Silva, ainda sem explicações para a tragédia.
Na altura que deflagrou o incêndio, o proprietário, a mulher e uma filha menor estavam a dormir. Os outros dois filhos do casal ainda não tinham chegado a casa.
José Silva acordou “com o barulho das telhas a estalar.” Levantou-se, chamou a mulher e a filha, foi buscar uma mangueira, mas já não foi a tempo de salvar os seus bens. “Só ficámos com a roupa que temos no corpo”, adiantou.
Sem certezas quanto ao futuro da família, o homem, pedreiro de profissão, depende agora da boa vontade dos vizinhos e familiares.
A casa não tinha electricidade, pelo que a hipótese de um curto-circuito está afastada. Uma equipa de investigadores da Polícia Judiciária esteve ontem no local a recolher elementos, que permitam apurar a origem do misterioso incêndio.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)